Dr-WanderleySegundo dados do Ministério da Saúde, Curitiba é apontada como a capital com a maior concentração de tabagistas do país. A estimativa é de 15,6% da população curitibana, o que representa cerca de 296 mil habitantes.

Como parar de fumar não é uma tarefa fácil, muitos desses fumantes procuram auxílio na hora de abandonar o vício e para isso podem contar com grupos de apoio que auxiliam na luta contra o cigarro.

Pensando nos beneficiários que desejam parar de fumar, o Núcleo de Atenção à Saúde (NAS) criou o programa Mais Vida Menos Tabaco. “O tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo, por isso atuamos bravamente para diminuir a prevalência desse fator de risco entre nossos beneficiários” afimou o Dr. Wanderley H. Kowalski, coordenador do NAS.

 O programa é realizado através de encontros terapêuticos em grupo e inclui acompanhamento com médico pneumologista. Desenvolvido com base nas diretrizes do Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) do INCA e Ministério da Saúde, entre suas premissas está a terapia cognitivo-comportamental.

O tratamento objetiva a aprendizagem de um novo comportamento através da conscientização dos hábitos e gatilhos vinculados ao ato de fumar. A partir disso, são trabalhados mecanismos que evitam levar o cigarro à boca.

Nos encontros são discutidos temas como afeta a saúde do fumante e as pessoas ao seu redor, os benefícios obtidos após parar de fumar e os obstáculos para permanecer na abstinência, além do compartilhamento das experiências positivas ou das recaídas vividas por cada paciente.

Um novo grupo do Mais Vida Menos Tabaco inicia as atividades no próximo mês. De acordo com o coordenador do NAS, o programa tem boa aceitação e procura por parte dos beneficiários. Em média, 70% das pessoas que passam pelo tratamento conseguem cessar o uso do tabaco.

A inscrição pode ser feita pelo telefone 3330-6059 ou 6058, email nasics@ics.curitiba.pr.gov.br ou presencialmente no Centro de Saúde, subsolo, sala 13.