ICS retoma cobrança de coparticipação a partir de 1º de março

O Instituto Curitiba de Saúde (ICS) retomará, a partir de 1º de março, a cobrança de coparticipação para consultas eletivas na rede credenciada.

A coparticipação é o valor pago pelos beneficiários como parte do custo do serviço. O plano de saúde cobre 70% dos custos de consultas, exames, atendimentos ambulatoriais e emergenciais na rede credenciada, e os beneficiários os outros 30%.

Em março de 2020, o ICS isentou a cobrança de coparticipação após a suspensão temporária dos atendimentos no Centro de Saúde. A medida foi adotada devido a pandemia do novo coronavírus (covid-19), e tinha o objetivo de garantir o atendimento ao beneficiário sem custo adicional.

A isenção era válida somente para consultas eletivas de especialidades médicas que normalmente eram ofertadas no Centro de Saúde.

Com a retomada da cobrança da coparticipação no próximo mês, os beneficiários voltam a ter o desconto em folha do percentual de coparticipação para atendimentos, consultas e exames na rede credenciada.

Centro de Saúde

Os serviços oferecidos no Centro de Saúde do ICS permanecem com isenção de coparticipação.

A retomada do atendimento ao beneficiário vem sendo gradativa desde agosto de 2020. Atualmente, cerca de 75% do quadro de profissionais estão em atendimento, com atuação em praticamente todas as especialidades médicas ofertadas no Centro de Saúde.

A fim de evitar a transmissão da covid-19, medidas de prevenção foram adotadas para proteção de beneficiários e colaboradores. As consultas foram espaçadas, para evitar aglomeração, e o Centro de Saúde conta com novas orientações de acesso:

Entrada exclusiva pela Rua Santo Antônio, nº 400.

Obrigatório uso de máscara e aferição de temperatura na recepção.

Proibida a entrada de acompanhantes, exceto pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção. A entrada de crianças é permitida somente com consulta pediátrica agendada e apenas 1 (um) responsável.

Pacientes sintomáticos, com febre, sintomas respiratórios* e/ou distúrbios gastrintestinais**, pessoas confirmadas para covid-19 ou contato com pessoa confirmada, em isolamento para tratamento da covid-19, são orientada a reagendar a sua consulta e, se necessário, buscar hospitais de Pronto Atendimento na rede credenciada.

* Falta de ar, tosse, coriza, dor de garganta e perda de paladar ou olfato

** Náuseas, vômito e diarreia

Coparticipação
Compartilhe esta notícia: