Celetistas do ICS podem contratar plano de saúde do instituto

A partir de agora os contratados pelo regime CLT que trabalham no Instituto Curitiba de Saúde (ICS) poderão utilizar o plano de saúde. A presidente do instituto, Dora Pizzatto, assinou o contrato de adesão, na manhã desta quarta-feira (29/5), diante de dezenas de empregados, no Auditório Curitiba. Eles fazem parte do primeiro grupo do chamado Plano Empresas do ICS um dos planos de expansão do instituto, iniciado em janeiro, para a ampliação do seu atendimento.

O novo plano poderá beneficiar os 264 celetistas do ICS e a expectativa é de que cerca de 80% deles ingressem no plano. A adesão não é obrigatória.

A presidente do ICS, Dora Pizzatto, ressaltou a importância das mudanças na legislação, feitas em 2017. “Agora quem trabalha no ICS vai ter direito a ter ICS. Além da lei aprovada pela Câmara Municipal de Curitiba, fizemos a readequação do Estatuto do ICS e o registro dos novos regulamentos na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), permitindo que empregados públicos, agentes políticos e comissionados participem do plano”, explicou.

Para isso, é necessário que as sociedades de economia mista, empresas públicas, fundações ligadas ao Município de Curitiba façam a adesão ao plano de saúde.

O presidente do Conselho de Administração do ICS e secretário de Administração e Recursos Humanos da Prefeitura de Curitiba, Alexandre Jarschel de Oliveira, também comemorou a nova fase. “Nada mais justo que todos tenham acesso ao plano de saúde. Vamos fazer o melhor plano de saúde de Curitiba”, comemorou.

Presidente do Conselho Fiscal do ICS e ex-diretor do instituto, o presidente da Urbs, Ogeny Maia Neto, participou do lançamento. “Inauguramos uma nova fase no ICS. A gente deixa para o futuro”, disse Ogeny, que fez questão de parabenizar os funcionários do ICS envolvidos no projeto, que teve início na gestão dele, em 2017.

O diretor Administrativo Financeiro do ICS, Elcio Casagrande, destacou que a mudança dará outra dinâmica para o plano de saúde. “Parece simples, mas não é. Poderemos olhar para o futuro do ICS, diante das transformações do mercado de saúde no Brasil”, disse o diretor.

A próxima etapa do Plano Empresas será para os estatutários, celetistas e cargos em comissão de instituições da administração direta e indireta.

Por faixa etária

Os participantes do Plano Empresas pagarão a mensalidade de acordo com a faixa etária estabelecida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), eles terão a opção enfermaria ou apartamento e não terão a  contribuição patronal, como acontece com os servidores de carreira da Prefeitura de Curitiba. O valor do plano varia de acordo com o contrato do ICS com cada autarquia ou empresa pública.

Os interessados poderão incluir filhos dependentes maiores de idade, dos 18 aos 33 anos. A cobrança é individual, por pessoa adicionada, de acordo com a idade de cada dependente.

O Plano Empresas oferece duas modalidades. O plano básico compreende o atendimento ambulatorial e o hospitalar com obstetrícia, garantindo cobertura total do rol de procedimentos da ANS. O completo inclui ainda o atendimento odontológico.

Eles poderão utilizar a rede cadastrada do ICS com mais de 350 credenciados, sendo 28 os hospitais conveniados, 93 policlínicas e 48 laboratórios.

Os novos beneficiários pagarão coparticipação em todas as consultas e exames correspondente a 30% do valor, até o máximo de R$ 100. A exceção é para os hospitais Pilar e Santa Casa nos quais, em caso de consulta de urgência ou emergência (adulto) e aplicação de medicação em sala de observação, não há cobrança da coparticipação.

O Centro de Saúde do ICS, onde o beneficiário não paga coparticipação,  continua sendo de uso exclusivo dos servidores e seus dependentes.

Os novos planos já lançados pelo ICS em 2019 são o plano dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias, empregados públicos da Prefeitura de Curitiba, o Plano Servidor Apartamento (antes a única opção era enfermaria com dois leitos) e o Plano Dependentes de 18 a 33 anos (enfermaria e apartamento).

Presenças

Também participaram da assinatura do contrato o diretor de Assistência à Saúde do ICS, Omar Barghouthi, e o assessor jurídico do plano de saúde, Daniel Falcão.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

Novo Plano Empresas
Compartilhe esta notícia: